O LAÇO e o ABRAÇO

OBJETIVO: através de uma brincadeira divertida com um pedaço de pano, mostrar ao grupo, a semelhança de situações para se dar um laço e para demonstrar um sentimento.

MATERIAL: um pedaço de pano, de preferência com uma estampa alegre e divertida, de 60 cm de largura por 2m de comprimento.

COMO APLICAR: o texto abaixo nos traz vários exemplos de situações que podemos experimentar com o grupo, atando e desatando, apertando ou afrouxando, e assim por diante, onde, de acordo com o movimento, faremos reflexões sobre sentimentos diversos, como amor, amizade, respeito e a maneira como lidamos com eles.

Segue o texto recebido por e.mail, autoria de Maria Beatriz Marinho dos Anjos.

O Laço e o Abraço

Meu Deus!!! Como é engraçado!…
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço…
Uma fita dando voltas? Se enrosca…
Mas não se embola , vira, revira, circula e pronto: está dado o abraço.
É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço.

É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer coisa onde o faço.
E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando
devagarinho, desmancha, desfaz o abraço.
Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.
E na fita que curioso, não faltou nem um pedaço.
Ah! Então é assim o amor, a amizade. Tudo que é sentimento? Como um pedaço de fita?
Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço.

Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga, então se diz – romperam-se os laços.-
E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.

Então o amor é isso…
Não prende, não escraviza, não aperta, não sufoca.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço.

About these ads

21 respostas para O LAÇO e o ABRAÇO

  1. Maria Beatriz Marinho dos Anjos disse:

    Prezado Rafael , tenho 54 anos , sou psicóloga em Belo Horizonte , e gostaria de lhe dizer que o texto O laço e o Abraço , citado em seu site é de minha autoria , e posso comprovar isso através de documentos. Gostaria de lhe pedir para citar a autoria , porque há versões alteradas circulando com o nome de outra pessoa. Fico feliz de que este texto esteja servindo para o trabalho de evangelização , pois tam bém sou espírita. Um abraço e que Deus o abençoe pelo seu trabalho.

    • Fernanda Siqueira disse:

      Preciso encontrar a Maria Beatriz Marinho dos Anjos para poder falar sobre a autoria do poema!
      Alguém sabe seu contato ou seu telefone???
      Agradeço a quem puder ajudar.
      bjs
      Fernanda Siqueira.

    • ruth disse:

      cara maria beatriz esse texto é de mario quintana n , e outra coisa vc escreveu tambem separado

  2. Gláucia disse:

    Cara Beatriz, o texto é realmente muito bom, obrigado por sua inspiração.
    um abraço da equipe.

  3. cibele disse:

    Bom dia Rafael,

    Não entendi bem como aplicar esta dinâmica. Passa o lenço enquanto lê? Achei a idéia interessante, mas queria entender melhor.

    Abraços fraternos a todos

  4. Gláucia disse:

    Olá, Cibele. O texto é ilustrativo para nos inspirar a falar de sentimentos. A idéia é usar um pano grande para agrupar 2, 3 alunos e ir dando laços, nós, desatar os nós, amarrar, etc. Estes movimentos, que iremos fazer com o pano, serão comparados com a forma que lidamos com o amor, com a amizade, com o respeito. E, você pode ir explicando para o grupo, com outras histórias de amor, de reconciliação ou reportagens de jornais que tratem do tema, além de ler o próprio texto acima. Se facilitar, distribua um pedaço de fita para cada aluno para que eles façam o movimento individualmente. Você pode até fazer das duas formas ( em grupo ou individual ) para que fique bem claro a intenção da brincadeira. Espero que agora vc possa aplicar a idéia !
    Um abraço.

  5. Laura Azevedo disse:

    Que pena Rafael, mas seara espirita é sempre bom lembrar que temos de combater o orgulho com a prática da humildade. O nosso Mestre dexou esta lição em tantas passagens do Evangelho. Será que há possibilidade de duas pessoas escreverem o mesmo texto em locais diferentes? Sou pedadgoga, tenho 60 anos. Escrevi o mesmo texto que Maria Beatriz. Ao faze-lo achei tão interessante que o enviei para um site de mensagens sem me preocupár com a autoria pois o que me importava era a possibilidade de falar de fraternidade.Não quero disputar autoria com ninguém só estou escrevendo porque fiquei surpresa com o fato. Troquei meu computador e não sei onde está o original. Penso que escrevi este texto há dois ou três anos.Quando encontrar o arquivo vou enviá-lo a você pois vem gravada a data criação.
    Entrei nesta página ao pesquisar livros epiritas infantis para comprar para uma sobrinha.
    Muita sabedoria e paz a todos nós e…humildade.
    abraços fraternos, Laura

  6. Gláucia disse:

    Cara Laura, como vc mesma colocou, o que é importante é falar de fraternidade, e neste caso específico, valorizar que, com este texto, uma boa aula surgiu para nossas crianças… por isso mesmo não há necessidade de olharmos o original.
    um grande abraço da equipe

  7. Jacy disse:

    Olá,
    gostaria de agradecer por esta aula tão criativa ao qual foi o maior sucesso com as crianças.
    Um abraço a todos, Jacy

  8. Marlene Matos disse:

    Concordo com Glaucia, quando diz que o importante dessa dinâmica, é o efeito que irá surgir em nossas crianças.
    Vamos combater a vaidade e trabalhar a humildade.
    Paz e bem

  9. Li o texto, achei fabuloso,ainda não trabalhei com os jovens, mas quando tiver oportunidade farei!!
    É uma ótima dinâmica.
    Obrigada! abraços fraternos.
    lucinha

  10. Caro cogela. Rafael

    Não entendi bem como aplicar esta dinâmica. Passa o lenço enquanto lê? Achei a idéia interessante, mas queria entender melhor.

    Abraços fraternos a todos

  11. Nara Rejane disse:

    Prezada Beatriz!
    A medida que lia as frases, criei cada movimento. Me senti atando e desatando cada laço, abraçando as pessoas mais queridas e imaginando quando um laço querido se dezfaz. É realmente muito profundo quando quando as frases do texto se fazem em nossa mente. Conseguimos perceber cada senção de carinho quando ganhamos um abraço acolhedor e afetuoso. Parabéns. Muito lindo o texto.

    • Euridice disse:

      Prezados,
      penso que postar um texto e dar o crédito da autoria é algo que deve ser feito automaticamente.
      Divaldo assina como psicógrafo de Joana e os espíritos dão nomes para que sejam constados em suas criações. Somos espíritos tb, embora estejamos encarnados.
      Não podemos julgar alguém de pouco humilde só porque reivindicou a autoria de um texto.
      O resultado da dinâica e o uso do texto são lindos e bastante apropriado. Mas isto não pode ser confundido com o fato de se poder assinar um texto que é escrito por alguém.
      Na última das hipóteses, sempre coloco, autor desconhecido.
      Isto é minha pequena humildade querendo aprender que não posso criar algo com um texto que não escrevi, sem dar os devidos créditos, se este texto logicamente tem um autor. conhecido ou não.
      Sendo assim, compartilho com a autora, seja de quem for a autoria, considero importante o nome de quem escreveu sublime texto usado pelo evangelizador em um momento de inspiração para com suas aulas.
      Parabéns a todos.

      • Lílian disse:

        Concordo plenamente com a Euridece. Não é falta de humildade uma vez que a autora se diz feliz com o fato de o texto estar sendo usado em aulas espíritas e dinâmicas. Ensinamos e aprendemos o amor ao próximo e julgar os outros não faz parte dos tópicos desta aula. É importante sempre citar a autoria sim pois isso se chama respeito e reconhecimento, sentimentos valiosos e imprescindíveis. Parabéns a autora pelo belo texto e a todos que souberam valorizar seu conteúdo.

  12. Ou v i o texto hoje numa palestra e achei muito mimoso..fofo!Gostaria de copiar!Obrigada.

  13. ELISABETH CARVALHO disse:

    OLÁ, SOU UMA PESSOA QUE ESCREVE DESDE OS OITO ANOS E NUNCA ME PREOCUPEI SE ALGUEM USOU MEUS TEXTOS PARA FAZER O BEM. NUNCA IMPORTEI-ME SE NÃO ASSINASSEM A AUTORIA MAS DALI A ASSINAR COMO AUTOR É OUTRA HISTÓRIA. EU FICARIA P. DA VIDA

  14. ELISABETH CARVALHO disse:

    SOU BOA, LEGAL…MAS NÃO SOU SANTA.

  15. gaby disse:

    Adorei p texto,como pedagoga irei aplicar para minhas crianças.

  16. Vera Lúcia Ferrreira disse:

    Gostaria de agradecer a oportunidade de poder usar esta dinamica com os meus idosos, o que me deixou bastante emocionada.Não conhecia a dinamica e estava procurando dinamicas com fitas.Um grande abraço e fiquem em Paz!!

  17. Micheli Vieira disse:

    Bom dia, ontem uma instrutora de uma palestra fez esta dinâmica conosco professores, invés de lençol usou fitas (bebê), foi muito bacana, no final nos abraçamos, farei a mesma dinâmica em uma reunião de pais. Um abraço e passem adiante a ideia,pois o laço de amor deve ser transmitidos a todos.Um Abraço de laço!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 29 outros seguidores