Legislação Maior

OBJETIVOS: conversar sobre a justiça dos homens e a justiça de Deus; esclarecer sobre impunidade, omissão, descaso; falar de solidariedade, caridade e serviço ao próximo; discutir questões de nossa sociedade, como vivemos e nos relacionamos.

MATERIAL: notícias de jornais ou revistas relacionados ao tema.

COMO APLICAR: de acordo com as notícias arquivadas durante um determinado período, converse com o grupo, explorando ao máximo opiniões, preconceitos, julgamentos e comentários. Você pode basear suas discussões na 3ª parte do Livro dos Espíritos, que trata das Leis Morais. Você pode também ter uma boa argumentação e enriquecer a aula fazendo uso de algumas parábolas de Jesus. Exemplo: na parábola do Bom Samaritano, que personagem somos nós? aquele que passa ao largo da estrada ou aquele que sente compaixão e socorre? como agimos hoje em relação aquele que necessita de ajuda (uma conversa ou um conselho ou uma roupa ou comida) ? No caso do óbulo da viúva, é a demonstração do que se pode fazer quando se está animado no propósito de servir. Deus não julga pelo montante, mas com o desapego com que é oferecido.

É importante que o grupo perceba que Jesus e os ensinos dos Espíritos é atual e pode ser vivenciado diariamente por todos nós.

Após a analise das notícias, leve os alunos a uma reflexão sobre os crimes que conturbam a ordem e semeiam a confusão no mundo e não são punidos pela justiça humana, como:

atos de agressão: vibramos de ódio por alguém, desejando-lhe o mal, emitindo energias pesadas que lhe causarão desajustes psíquicos com reflexos variados em seu corpo;

atos de poluição: pessoas que se fixam em idéias sobre dinheiro, sexo, álcool, fumo, mágoa, ressentimento, crítica, revolta, extravazando-as em suas conversas, poluindo o ambiente psíquico onde estejam, semeando inquietação e desequilibrio;

assassinatos: com gestos impensados, indisciplina, agressividade ou incompreensão podemos matar a confiança de uma criança, o estímulo ao trabalho num subordinado, o afeto no familiar, o respeito no amigo.

omissão: cada vez que não socorremos o necessitado, que não atendemos o doente, não confortamos o aflito, não somos solidários com ‘aquele que atravessa uma situação difícil.

O que o grupo pensa sobre:

– não usar a mentira para encobrir falhas e omissões?

– não denunciar o atendente da cantina ou a faxineira da escola que contrariou nossa vontade?

– não tomar uma bala ou uma fruta a mais na compra feita na mercearia?

– não furar a fila para pegar a condução?

– não ceder o lugar a outro?

– não desabafar mágoas aos gritos e palavrões?

– não aderir ‘a malícia e a sensualidade no relacionamento com os amigos e com a família?

– não usar a cor da pele como parâmetro de escolha?

Finalize sua aula com a reflexão sobre a formação e os valores construídos de acordo com aquilo que defendemos e aplicamos em nossas vidas.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: