Sonho – Dinâmica dos Desenhos

TEMA: Sonho – Dinâmica dos Desenhos
OBJETIVO: Mostrar como encaramos o trabalho dos próximos e sugerir uma reflexão sobre cmo podemos mudar nosso ponto de vista.
IDADE: 11 a 16 anos
MATERIAL: papel e lápis para cada alunos.

DINÂMICA:

1º momento:

Primeiramente começar falando sobre a questão dos fluidos e energia. Dizer que somos compostos do fluido cósmico universal e que ele, dependendo do seu estado, compõe tanto nosso espírito como nosso corpo e qualquer matéria, assim como a água que dependendo do calor, passa do estado sólido, para o líquido e para o gasoso.

O espírito se liga ao corpo por meio do cordão de prata que é um fluido energético. Quando morremos, o espírito se desliga do corpo e o cordão de prata é rompido. Quando dormimos, o espírito se desliga do corpo mas o cordão de prata permanece ligando o corpo ao espírito.

Então ao dormir nós, como espíritos, podemos realizar tarefas, ir para outros lugares e conversar com outros espíritos desencarnados e outros que estejam dormindo também. Muitas vezes nossos sonhos são estas atividades que realizamos. Alguém já sonhou que esteve em outro estado ou país? Será que foi possível estar lá? Não podemos garantir, mas é uma possibilidade.

Depois de introduzir o assunto pedir que os alunos falem um pouco sobre seus sonhos e comentar.

2º momento:

Colocar os alunos em roda e dar para cada um, papel e um lapis. Pedir para que cada um coloque o nome e desenhe um sonho. Pode ser um sonho que já teve ou que alguém lhe contou. Qualuqer situação de sonho.

A cada 3 minutos mais ou menos, interromper e pedir para que cada um passe o desenho que está fazendo para o colega do lado direito. O colega ao lado deverá continuar o desenho. Não é permitido falar o que estava desenhando ou o que queria desenhar. Deixar que o colega do lado continue do seu jeito.

Repetir o processo por n vezes necessárias para os desenhos começarem a se esgotar, por falta de espaço no papel ou idéia dos alunos.

Depois pedir para que todos levantem e peguem o seu desenho inicial. Pedir para que cada um comente o que achou do seu próprio desenho que foi completado pelos colegas, podendo dar uma nota de 1 a 10.

Nota: Quando realizamos esta aula eles disseram que o desenho ficou: estragado, ridículo, estranho, esquisito, muito feio, horrível, maluco, péssimo, ruim. A média das notas foi 2 e em alguns casos eles falaram mal especificamente de um pedaço do desenho.

3º momento – concluir:

Nós temos a tendência de não aceitar o trabalho do outro, principalmente quando nós iniciamos. Embora o outro tenha feito um trabalho bom, não conseguimos enxergar a beleza somente por que não foi realizado como estávamos imaginando.

Se olharmos para o desenho novamente e analizarmos. O desenho apresentado não poderia ser um sonho? Os sonhos não são todos loucos mesmo? Então por que desqualificamos? Se nós que tivéssemos feito o desenho, teríamos dado nota 10 e falado que ficou maravilhoso.

Ninguém aqui na sala é um artista e utilizou técnicas para fazer um desenho mais bonito. Todos estão no mesmo nível e todos estão bons! Precisamos mudar nosso ponto de vista e enxergar o trabalho do outro de acordo com o real resultado e não com o que esperávamos. Nesta caso nunca sairia um desenho conforme nossas expectativas, é muito difícil disso acontecer, mas não é por isso que o desenho está estragado, ridículo e horrível como vocês falaram.

Alguns falaram que o pedaço tal ficou ridículo. Imagina agora a pessoa que desenhou esse pedaço. Ela pode estar se sentindo mal com a sua observação. Lógico que a aula é justamente pra causar isso pra que vocês possam refletir e ninguém aqui vai ficar chateado com o outro por causa dos comentários, mas temos que perceber que sem querer, às vezes, ofendemos o outro com o que falamos.

Temos que ter muito cuidado ao falar sobre o trabalho dos colegas. Vocês irão passar por esta situação na faculdade e no trabalho e terão que saber como lidar com isso. Essas recomendações funcionam para o trabalho do próximo como para ele mesmo. As vezes julgamos as pessoas pelo que esperamos dela e não conseguimos mudar nosso ponto de vista para ver o que a pessoa tem de melhor.

Cada um leva para casa o seu desenho, para guardar e sempre lembrar destas lições.

3 respostas para Sonho – Dinâmica dos Desenhos

  1. Marilene disse:

    Eu adorei parabens .

  2. ADOREI ESSAS DINAMICAS

  3. isabel disse:

    ADOREI A DINAMICA…CONFESSO NUNCA QUE IMAGINEI QUE O PROCESSO DA EVANGELIZAÇÃO PUDESSE TER UM SENTIDO TÃO AMPLO E ENRIQUECEDOR,POIS AGORA QUE ESTOU COMPREENDENDO O QUANTO É IMPORTANTE A EVANGELIZAÇÃO DE NOSSAS CRIANÇAS E JOVENS.

%d blogueiros gostam disto: