As Maravilhas do Mundo

DINÂMICA:
1º momento: listar com o grupo quais são As Maravilhas do Mundo, coisas que eles valorizam e admiram ou coisas que eles têm e que achem realmente importantes.
Esta lista acaba sendo feita de coisas materiais ou coisas muito próximas a eles, como: minha mãe, a Disney, o meu cachorro, etc.

2º momento: de posse da lista, fazer com o grupo uma experiência prática, usando-se como material : venda para os olhos e para a boca, tampão para os ouvidos , luvas de borracha, corda para amarrar as pernas ou os braços.

Eleger um voluntário e criar uma situação em que ele não possa ver: por exemplo, achar a porta de saída da sala;
Eleger outro voluntário e criar uma situação em que ele não possa ouvir: por exemplo, um alarme de incêndio tocando e o prédio sendo evacuado;
Com outro voluntário, criar uma situação em que ele não possa tocar: por exemplo, tirar a sensibilidade das mãos com o uso das luvas de borracha onde ele não perceba o frio ou o quente, o áspero ou o liso;
Para a próxima situação, usar as cordas, amarrando uma perna ou um braço : pedir ao voluntário que simule o uso do banheiro, que suba num ônibus ou pegue alguma coisa.

Diversas situações podem ser experimentadas e o grupo chegará sozinho a conclusão de que as maravilhas do mundo são: enxergar, ouvir, tocar, provar, sentir, rir, amar.

3º momento: levar para o grupo histórias de pessoas que, embora tenham alguma destas limitações, superaram e venceram, como por exemplo pessoas que não tem os braços e pintam com a boca; deficientes visuais que tocam instrumentos; tetraplégicos que concorrem em maratonas, etc.
Exemplos de determinação, coragem e fé.

Uma resposta para As Maravilhas do Mundo

  1. Irene Vieira Queiroga disse:

    gostei muito dessas sugestões, vou aplicar com meus alunos. Vivenciar os momentos é muito importante para uma melhor compreensão dos ensinamentos do Mestre Jesus.
    Que Jesus iliminem a todos deste site.
    beijo no coração!

%d blogueiros gostam disto: